AGROECOSSISTEMAS PERIURBANOS, POTENCIAL LATENTE. Contribuição para a análise da multifuncionalidade baseada em indicadores de sustentabilidade

Autores

  • Ernesto Navarro Hinojoza Universidad Autónoma Chapingo
  • Maria Edna Álvarez Sánchez Universidad Autónoma Chapingo

Resumo

Os agroecossistemas periurbanos (AE) são de grande importância para as cidades vizinhas devido às múltiplas funções que desempenham. No entanto, nos últimos anos eles foram abandonados e substituídos por outras atividades, sugerindo um gerenciamento insustentável dos mesmos. O objetivo deste estudo foi analisar, por meio da incorporação de indicadores de sustentabilidade em um estudo de caso no sul do Distrito Federal, o potencial da agricultura periurbana na construção de soluções alternativas aos problemas de autossuficiência alimentar. e suas conseqüências sócio-ecológicas. Para a concepção dos indicadores, a metodologia do Marco para a Avaliação dos Sistemas de Gestão de Recursos Naturais incorporando Indicadores de Sustentabilidade (MESMIS) foi tomada como base. De acordo com os indicadores, AE mostram uma tendência de insustentabilidade principalmente na dimensão sócio-econômico, mas eles têm uma grande força nos aspectos sócio-culturais e ecológicos, como não há satisfação e interesse para continuar, devido a uma avaliação econômica diferente EA, e características positivas do solo e da vegetação que sugerem um processo de controle e não de degradação dos recursos naturais.

Publicado

2018-07-13