Economia ecológica, desenvolvimento alternativo e decrescimento: proposição de uma matriz de convergência

Resumo

Um dos principais problemas decorrente dos atuais modos de relações sociais políticas e econômicas tem sido o incremento das desigualdades, do individualismo, da competição e do consumismo pautados em contradições múltiplas e complexas. Para se entender bem mais esse cenário, vêm sendo criadas abordagens que expliquem tal contexto e proponham soluções para minimizar seus efeitos. Entre elas, destacam-se: a economia ecológica (Georgescu-Roegen et al. 1975), o desenvolvimento alternativo (Friedmann et al. 1992) e o decrescimento (Latouche et al. 2007). É imprescindível sistematizar as informações relacionadas ao conjunto de dimensões e de variáveis de cada uma das abordagens a partir de suas similaridades. O objetivo é de propor uma matriz composta por dimensões e variáveis baseadas em convergências teóricas que norteiam as três abordagens. Metodologicamente, foi realizado um levantamento bibliográfico em revistas científicas e em textos publicados nacional e internacionalmente, que estão disponíveis no Scielo, na plataforma da CAPES e no google scholar. Como resultado, foi estruturada a matriz a partir das convergências com as três teorias, a qual foi composta por 65 variáveis, distribuídas em três dimensões e em três princípios. Espera-se o compartilhamento de pesquisas que tenham adotado essa matriz e demonstrem experiências exitosas de grupos de trabalhadores fortalecidos em seus valores e ideais.

Downloads

Publicado

2018-07-13