A energia hidrelétrica deve contribuir para o desenvolvimento territorial sustentável! Uma revisão das perspectivas, contradições e opções urgentes para os territórios rurais na Guatemala

Autores

  • Dagny Skarwan ds-consult. 9 Calle 14-24

Resumo

As usinas hidrelétricas se tornam uma alternativa energética potencial aos combustíveis fósseis. Contradições são abundantes em diferentes planos que são gerados a partir de um sistema de exclusão e visões centralistas do setor de energia na Guatemala. Concentre-los será uma condição prévia para propor alterações para o desenvolvimento dos territórios onde os recursos hídricos do país são geradas, mas onde ambas as populações rurais em grande parte indígenas com taxas de pobreza crônica são excluídos dos benefícios de bem-estar em condições precárias de suas economias local Este ponto de vista da análise ainda é subdesenvolvido no país, e encontrou o seu reflexo no quadro jurídico, os procedimentos de licenciamento, planejamento do desenvolvimento, e atualmente é a critério da "responsabilidade social" das empresas de investimento sem respeitar a Princípio da consulta prévia livre e informada aos povos indígenas. Implica a conciliação da política energética com as urgências e propostas de um desenvolvimento territorial rural inclusivo. O artigo examina as contradições decorrentes da política de energia, procedimentos de autorização e apresenta opções como a construção de usinas hidrelétricas na Guatemala poderia, num quadro de desenvolvimento e ordenamento do território com novos, mais transparentes e equitativas modelos de gestão de valor, respeito e melhorar territórios locais e suas populações rurais.

Publicado

2018-11-30

Como Citar

Skarwan, D. (2018). A energia hidrelétrica deve contribuir para o desenvolvimento territorial sustentável! Uma revisão das perspectivas, contradições e opções urgentes para os territórios rurais na Guatemala. REVIBEC - REVISTA IBEROAMERICANA DE ECONOMÍA ECOLÓGICA, 1617(1), 65–81. Recuperado de https://redibec.org/ojs/index.php/revibec/article/view/217