Benefícios associados ao uso de ecotécnicas nas comunidades rurais de Guanajuato, México

Autores

Palavras-chave:

Ecotécnica, bem estar social, percepção social, formulários, Guanajuato

Resumo

O objetivo deste artigo é identificar as percepções sociais sobre os benefícios associados à aplicação de ecotecnologias em domicílios com deficiência de serviços básicos em comunidades rurais do estado de Guanajuato. Foram abordados cinco municípios considerados prioritários para o atendimento da política social do governo desta mesma entidade no período 2012-2018. Os municípios nos quais o estudo foi realizado são: Apaseo el Alto, Comonfort, Pénjamo, San Felipe e Tierra Blanca. Utilizou-se a metodologia qualitativa, por meio de entrevistas em profundidade e observação não participante, o que possibilitou identificar os benefícios ocultos do uso diário das ecotécnicas nas residências rurais. Os resultados mostram que as casas equipadas com tecnologias ecológicas geram nos moradores uma percepção de melhoria nas condições de qualidade de vida. Por isso, o bem-estar intangível em saúde, meio ambiente, relações familiares e gestão do tempo estão associados ao uso de eco-técnicas, além de benefícios econômicos tangíveis. Conclui-se que a percepção social positiva facilita o suporte e a manutenção das eco-tecnologias para que continuem obtendo seus múltiplos benefícios.

Biografia do Autor

Daniel Tagle Zamora, Universidade de Guanajuato – Léon, Guanajuato, México

Professor de Estudos Sociais da Universidade de Guanajuato, México. Doutorado em Ciências Econômicas (Produção Econômica) pela Universidad Autónoma Metropolitana, México.
https://orcid.org/0000-0002-6203-7429

Aleida Azamar Alonso, Universidade Autónoma Metropolitana – Xochimilco, México

Professora-pesquisadora de Produção Econômica da Universidad Autónoma Metropolitana, México. Doutorado em Economia Internacional e Desenvolvimento pela Universidade Complutense de Madrid, Espanha.
https://orcid.org/0000-0002-7915-7611

Publicado

2021-02-01